Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização, Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros no Estado do Ceará – SINCOR/CE., entidade representativa dos Corretores Profissionais de Seguros no estado do Ceará, a única entidade legal do Sistema Nacional de Seguro Privado do estado.

Fundado no dia 04 de maio de 1989, presta serviços de orientação aos segurados e o consumidor de seguros em geral, principalmente sobre a orientação de liquidação de sinistros em todos os ramos e coberturas de seguros, e do DPVAT, além de oferecer completa assistência aos nossos associados no campo jurídico, administrativo e vários benefícios através de convênios com outras entidades e empresas.

O SINCOR/CE., integra o Sistema Confederativo da Confederação Nacional do comércio – CNC, e a federação nacional dos Corretores de Seguros Privados, de capitalização, de Previdência Privada e das Empresas Corretoras de Seguros – FENACOR.

MISSÃO

A Missão do SINCOR/CE consiste proteção, auxílio e aperfeiçoamento dos corretores de seguros, no exercício de suas atribuições e na defesa dos segurados, em razão de sua valiosa identidade social.

VISÃO

O SINCOR/CE aspira ser um importante veículo de aprimoramento do corretor de seguros e um instrumento de divulgação do caráter social do instituto do seguro.

PRINCÍPIOS ORGANIZACIONAIS

Nossos princípios organizacionais são balizados pelos seguintes valores:

  • Integridade
  • Respeito
  • Ética
  • Transparência
  • Responsabilidade social
  • Respeito ao meio ambiente
  • Melhoria contínua

INSTITUCIONAL

 

A Gênese de um Sonho

Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização, Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros no Estado do Ceará – SINCOR/CE., entidade representativa dos Corretores Profissionais de Seguros no estado do Ceará, a única entidade legal do Sistema Nacional de Seguro Privado do Estado.

A tarde de quinta-feira do dia 04 de Maio de 1989 ficou marcada na história do Ceará como a da fundação do Sincor/CE. Às 16:00 h daquela dia, iniciou-se a Assembléia Geral de Fundação do Sindicato dos Corretores de Seguros, Capitalização, Previdência Privada e de Empresas Corretoras de Seguros no Estado do Ceará. O evento aconteceu no escritório do corretor Manoel Nésio Sousa, sala 515, 5º andar, do Edifício Alvorada, na Rua Perboyre e Silva, 111, no Centro de Fortaleza.

A comissão organizadora para a criação do sindicato, composta por Manoel Nésio Sousa, Paulo Sérgio Pontes Ramos, Sávio Parente Azevedo e Otto dos Santos Menezes, indicou para presidir a assembléia o corretor Paulo Sérgio Pontes Ramos, que, ao aceitar a tarefa, convidou a corretora Sílvia Helena de Sousa Almeida para secretariar a reunião. Feita a leitura do edital de convocação publicado no jornal Tribuna do Ceará no dia 18 de abril de 1989, e outras medidas de praxe, passou-se à discussão dos pontos da pauta, um a um, e todos foram aprovados por unanimidade: criação do sindicato, aprovação dos seus estatutos e eleição da diretoria.

Foi um evento de muita emoção e de natureza cívica. Um instante de muita confraternização e de estímulo dos ânimos para uma nova época que estava prestes começar. Manoel Nésio, quando investido na função de presidente eleito e empossado, pediu a união de todos e solicitou o esforço da diretoria no sentido de organizar e fortalecer os corretores.

Um Início Espinhoso

Sem nenhum patrimônio e funcionando com a contribuição dos sócios em pequeníssima minoria, o sindicato se estabeleceu, durante os primeiros anos, na sede da Açaí Corretora de Seguros, empresa de Manoel Nésio. As primeiras reuniões da Diretoria sempre evidenciaram a falta de estrutura para o pleno funcionamento da entidade. No início pensou-se logo no aluguel de uma sala para o sindicato e, para tanto, cada diretor se esforçaria como pudesse para a aquisição de móveis, telefone e demais utensílios para a secretaria funcionar a contento.

Mas não seria fácil superar essa dificuldade financeira em um período de crise política e econômica. No dia 21 de dezembro daquele ano, foi realizada a assembléia geral extraordinária para tratar do reajuste das mensalidades dos associados. Com certeza, o sindicato do Ceará, sem uma verba mensal regular que pudesse cobrir os custos mínimos de sua administração e o atendimento da secretaria, não teria sobrevivido se não fossem as parcerias que vieram de inúmeras formas, realizadas com alguns grupos seguradores no seu decorrer. Porém o apoio da Fenacor e dos Sincors São Paulo e de Minas Gerais, foi providencial no seu limiar. Campanhas, eventos e produção de jornal que deram embalo às atividades dos corretores, foram possíveis com esses convênios a partir de julho de 1991, com o lançamento do “Jornal do Sincorce”.

Entidade Dotada de Determinação e Força

Apesar das dificuldades, o Sincor superou todos os obstáculos das crises dos anos iniciais da década de 90, e recepcionou com vantagens os melhores anos que se seguiram com o plano de Estabilização do Real. O que vamos assistir é o crescimento do mercado local em percentuais maiores do que os registrados em todo o Brasil, constatação esta, mesmo que os dados oficiais não sejam apurados em bases concretas, considerando-se a origem do risco segurado, o que faz diminuir o registro dos negócios. Coincide com o período em que o Ceará mais se desenvolveu no campo tecnológico e industrial, com registros fabulosos nas áreas de serviços.

Todas essas mudanças e crescimento real passaram a largo da Superintendência de Seguros Privados (SUSEP). Também deixou de registrar, por falta de fiscalização, a atuação de grandes corretoras no Ceará, sem escritório na praça, concorrendo com os corretores locais nos grandes riscos. Outro dado que indica o grau de crescimento é em relação ao número de participantes aos exames semestrais realizados pela Funenseg, que de uma média de 30 inscritos, saltou para quase 100, em cada período, sendo que era incontestável a enorme quantidade de produtores atuantes sem nenhum registro legal.

Nestes 22 anos de SINCOR/CE, as atividades do sindicato cresceram e aumentou ainda mais o trabalho da secretaria da entidade, que presta serviços de orientação aos segurados e ao consumidor de seguros em geral, principalmente sobre a orientação de liquidação de sinistros em todos os ramos e coberturas de seguros e do DPVAT, além de oferecer completa assistência no campo jurídico e administrativo aos nossos associados e vários benefícios através de convênios com outras entidades e empresas, como Fecomércio, SESC e SENAC. O constante investimento em informática também assegura o funcionamento do setor sem processo de descontinuidade.

O SINCOR/CE integra o Sistema Confederativo da Confederação Nacional do Comércio – CNC, e a Federação Nacional dos Corretores de Seguros Privados, de Capitalização, de Previdência Privada e das Empresas Corretoras de Seguros – FENACOR.